Agosto

4 e 5: Animação Tradicional e Gastronomia
A freguesia de Freiriz estreou-se em 2016 nas andanças da Rota e prepara-se voltar a integrar a programação turístico cultural com uma atividade que se destaca pela animação e pela excelência da gastronomia regional.

4, 5 e 6: Noites Temáticas
Da música à dança, passando pelas artes marciais e pelo teatro, entre muitos outros, não faltam motivos de interesse para três serões bem preenchidos na Vila do Pico de Regalados. Os artistas locais dão corpo a uma iniciativa que reúne performances de índole diversificada e que promete cativar os espectadores do primeiro ao último minuto.

5: Malhada do Centeio
Ao longe já se ouve o ecoar dos malhos na eira, enquanto quebram com estrondo o centeio dourado pelo sol. Entre malhadas, as mulheres endireitam as meadas e recolhem as sementes que se libertam, enquanto os homens recuperam o fôlego para continuar a brandir os malhos até que o sol se ponha. Vai ser assim mais uma edição da malhada do centeio em Aboim da Nóbrega.

5 e 6: Saborear Lanhas
Lanhas volta a preparar um fim de semana dedicado à cozinha regional, que combina o sabor único de um arroz de feijão ‘malandro’ com as pataniscas acabadinhas de fazer, lembrando a cozinha tão apreciada das nossas mães e avós.

11, 12 e 13: Arraial do Melão Casca de Carvalho
O famosos Melão Casca de Carvalho, um dos ícones identitários da freguesia de Soutelo e do concelho, dá o mote para um fim de semana de festa. Um autêntico hino aos tradicionais arraiais do Minho, com boa gastronomia local, muita música popular e iniciativas diversas.

12 e 13: Fim de Semana Cultural – Animação Tradicional e Gastronomia
A agenda regional ganha ainda mais atrativos com um fim de semana dedicada às atividades de índole cultural. A freguesia de Parada de Gatim prepara-se para surpreender os visitantes com espetáculos diversos de Animação Tradicional e com a riqueza da cozinha regional.

12 a 15: Arraial do Emigrante – Malhada do Feijão
A Loureira não esquece os filhos de Portugal que se encontram longe e prepara-se para recebê-los a preceito no Arraial do Emigrante. Um dos pontos mais altos do evento é a recriação da tradicional malhada do feijão, com as alfaias antigas, o vestuário de época e os cantares populares a levarem os participantes numa autêntica viagem no tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Na Rota das Colheitas 2016. Obrigada pelo seu comentário.

Na Rota das Colheitas 2017